Notícias

Vereadores aprovam mais de 80 documentos na sessão desta terça (12)

Na sessão extraordinária em seguida, processo contra o vereador Maninho Cem por Cento foi julgado improcedente


Vereadores aprovam mais de 80 documentos na sessão desta terça (12)

Vereadores em plenário durante a 14ª sessão. (Foto: Flávio Pereira/CMSJC)

Na 14ª sessão, os vereadores aprovaram todos os documentos que constavam da pauta para votação e os incluídos durante a sessão. A maioria solicita à prefeitura a execução de serviços de manutenção em diversas vias e bairros.

Também foram aprovadas duas indicações do vereador José Dimas (PSDB) relacionadas à implantação da subprefeitura Norte e da Regional Norte, para atendimento dos cerca de 59 mil habitantes da zona norte da cidade. Uma delas, a 1604/19 indica a implantação da subprefeitura Norte no centro comunitário do bairro Alto da Ponte. Já a indicação 1608/19 pede à prefeitura estudos para análise de viabilidade da criação da Regional Norte 2, a fim de administrar e supervisionar a programação dos serviços de manutenção.

Uma das moções aprovadas (18/19), do vereador Sérgio Camargo (PSDB) congratula o Cel PM Stanelis, que assumiu o Comando do Policiamento do Interior I.

Ao término da sessão, foi convocada a primeira sessão extraordinária do ano, dedicada ao julgamento do processo de investigação de possíveis irregularidades cometidas pelo vereador Maninho Cem por Cento (PTB).

O relatório final da comissão processante foi lido na íntegra e, em votação unânime, o vereador foi absolvido das acusações.

Após as oitivas de nove testemunhas e do vereador Maninho, acerca de denúncia sobre cobrança de pedágio de assessores, desvio de função de cargos e doações eleitorais irregulares, o relatório concluiu improcedente a acusação por falta de provas materiais.

A comissão é composta pelos vereadores Juliana Fraga (PT), presidente; Professor Calasans Camargo (PRP), relator; e Dulce Rita (PSDB), membro. A ata da sessão será encaminhada à Justiça Eleitoral e o processo arquivado.