Câmara tem nova ferramenta de pesquisa de projetos, leis e documentos. Acesse Processo Legislativo.

Notícias

Com nova lei, São José dos Campos ganha dia para doação e filantropia

Projeto de autoria do vereador Juvenil Silvério (PSDB) virou lei em 2017


Com nova lei, São José dos Campos ganha dia para doação e filantropia

A ideia do projeto, que virou lei, é estimular a solidariedade entre os moradores (Foto: divulgação)

O município de São José dos Campos ganhou uma lei para ter um dia especial que estimula as pessoas a exercerem sua solidariedade. O Dia de Doar foi oficializado através da Lei 9.557, de 6 de julho de 2017, fruto de projeto de autoria do vereador Juvenil Silvério (PSDB).

A data agora faz parte do Calendário Oficial de Festas e Comemorações do Município de São José dos Campos, que deve ser comemorado na segunda quinzena do mês de novembro.

No ano passado, a prefeitura realizou ações já com base na nova lei publicada. Foi criado um hotsite (www.doasaojose.com.br) para doação de roupas, fraldas, móveis, eletrodomésticos, alimentos e até mesmo parte do tempo para um grupo de quase 70 entidades assistenciais, já cadastradas na campanha.

As instituições beneficiadas foram divididas por áreas de atuação, como bebês e crianças, crianças e adolescentes, idosos, atendimento a dependentes químicos, pessoa com deficiência e que promove tratamento do câncer.

Segundo os dados do Fundo Social de Solidariedade, a primeira campanha possibilitou às pessoas ajudarem de várias formas. Um exemplo foi a doação feita por duas crianças de mechas de cabelo para instituições que fazem tratamento de câncer. Outras doaram um pouco do tempo para recitar poesias para idosos da Casa de Repouso Vó Laura e outro grupo realizou uma Cantata de Natal para pais e alunos de uma escola municipal.

Ao todo, foram 1.250 quilos de alimentos distribuídos, fraldas, produtos de higiene e limpeza entregues e a participação de 56 entidades e obras sociais.

Mobilização

De acordo com o vereador Juvenil Silvério, o objetivo ao apresentar o projeto foi de promover a cultura de doação na cidade para fins de filantropia, para “mobilizar moradores, as empresas, entidades e o poder público por uma cidade mais generosa, voluntária e solidária, em especial para com as organizações da sociedade civil sem fins lucrativos”.

A proposta é incentivar a promoção de atividades relacionadas ao Dia de Doar nos órgãos públicos, em especial Fundo de Solidariedade e a Secretaria de Apoio Social ao Cidadão e realizar dentro da programação uma feira específica para doações com entidades sem fins lucrativos instituídas dentro do município. “O Dia de Doar deve ir além de uma reflexão, mas servir de estímulo para a efetivação de gestos concretos e de parcerias entre entidades assistenciais com empresas, a sociedade civil e o poder público”, explicou Juvenil.


Palavra(s)-chave(s): doação, projeto, solidariedade