Câmara tem nova ferramenta de pesquisa de projetos, leis e documentos. Acesse Processo Legislativo.

Notícias

Câmara aprova mais de 1.300 documentos na segunda sessão do ano

Entre os temas abordados na tribuna estavam saúde e manutenção da cidade


Câmara aprova mais de 1.300 documentos na segunda sessão do ano

Na sessão de terça-feira, os vereadores votam a expedição de documentos e podem usar a tribuna por tempo determinado. (Foto: Flávio Pereira/CMSJC)

Nesta terça (6), durante a segunda sessão do ano, os vereadores aprovaram mais de 1.300 documentos entre requerimentos, indicações e moções, a maioria pedidos à prefeitura de serviços de manutenção da cidade.

Foram rejeitados com três votos favoráveis os requerimentos 198, do vereador Wagner Balieiro (PT) e 361, da vereadora Amélia Naomi (PT), que pediam à prefeitura informações sobre quando será reaberta a Casa de Cultura de São Francisco Xavier e sobre o contrato para pintura da Escola Municipal de Ensino Fundamental Profª Lúcia Pereira Rodrigues, no Bairro do Putim.

A vereadora Dulce Rita (PSDB), presidente da CEI da Saúde, convocou os demais membros para uma reunião na quinta-feira (8) às 15h. A comissão foi formada para apurar suposto uso de recursos vinculados da Secretaria de Saúde em atividade vetada, durante os anos de 2013 e 2016.

Entre os assuntos abordados pelos vereadores na tribuna, estão o lançamento da Campanha da Fraternidade 2018 com o tema superação da violência; a manutenção em bairros da cidade; o programa Pró-Trabalho em substituição ao PIQ de incentivo à qualificação profissional de trabalhadores desempregados; a entrega da obra da Via Oeste e a floração do Jequitibá de Eugênio de Melo.

Na saúde, os vereadores debateram temas como a conclusão das obras do Hospital Regional e as contratações previstas; febre amarela e o primeiro lugar que São José dos Campos ocupa no ranking Indsat, que mede a satisfação no atendimento em saúde pública.

Ações na área da educação, como o projeto Decolar, voltado a estudantes com altas habilidades e a importância de valorizar o agronegócio e a agricultura familiar na merenda escolar também foram abordados. Alguns vereadores aproveitaram para fazer uma breve retrospectiva das ações parlamentares no ano passado.


Palavra(s)-chave(s): sessão, pinga-fogo