Câmara tem nova ferramenta de pesquisa de projetos, leis e documentos. Acesse Processo Legislativo.

Notícias

Projeto visa tornar obrigatório na rede mamógrafo adaptado para mulheres com deficiência

Para hospitais e clínicas privados a disponibilização do aparelho é opcional segundo proposta que tramita na Câmara


Projeto visa tornar obrigatório na rede mamógrafo adaptado para mulheres com deficiência

O objetivo é o acesso de mulheres com deficiência ao exame para detecção precoce do câncer de mama, o que aumenta a chace de cura. (Foto: divulgação)

A vereadora Flávia Carvalho (PRB) apresentou um projeto de lei (PL 428/17) que torna obrigatório nos hospitais públicos municipais o fornecimento de mamógrafos adaptados para pessoas com deficiência e outras necessidades especiais.

Ainda de acordo com a proposta, hospitais e clínicas particulares do município deverão receber orientações a respeito da ação de acessibilidade, ficando a critério de cada organização de saúde implementar o serviço para seus pacientes.

Segundo a autora, “muito se fala sobre a importância da prevenção ao câncer de mama e realização periódica de exames para o diagnóstico precoce, porém no caso das cadeirantes, pessoas com nanismo ou outra necessidade especial existe uma dificuldade já que o equipamento não desce a uma altura suficiente para atender mulheres com essas condições específicas”.

O projeto foi lido na 69ª sessão e é analisado pelas comissões de Justiça, Saúde e Economia, com prazo para emenda até 30 de novembro.