Notícias

Evento na Câmara discute novas regras para exportação de produtos

Encontro reuniu representantes de empresas exportadoras e despachantes aduaneiros


Evento na Câmara discute novas regras para exportação de produtos

Evento contou com a presença de representantes de empresas exportadoras e despachantes aduaneiros de várias partes de SP (Foto: Flávio Pereira/CMSJC)

A Câmara Municipal sediou, nesta segunda-feira (13), um evento para discutir novas regras para o despacho aduaneiro para exportação de cargas. O encontro sobre a Declaração Única de Exportação (DUE) reuniu cerca de cem pessoas de diversas regiões do Estado de São Paulo, entre despachantes aduaneiros e representantes de empresas exportadoras.

A diretora do Sindasp (Sindicato dos Despachantes Aduaneiros de São Paulo), Regina Terezin, disse que o novo sistema, em vigor há sete meses mas que nem todos incorporaram ainda, deve trazer mais agilidade no desembaraço das vendas de produtos nacionais para o exterior. Regina explicou ao público presente o que muda e como usar o novo sistema.

Questionada se poderia ter um volume maior de despachos de cargas no aeroporto de São José, ela disse que é importante que os setores envolvidos no processo incentivem o embarque final no município e que as empresas da cidade e região prestigiem o aeroporto local. “São José está subaproveitada. É preciso fazer algo para incentivar os despachos da carga por aqui também”, avaliou.

Presente na agenda, o vereador Cyborg (PV) aproveitou para dizer que a Câmara deve se empenhar junto a outras autoridades para ampliar as atividades do aeroporto de São José dos Campos, que pode ajudar no desembaraço de mercadorias para o exterior.

O gerente comercial da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) em São José, Getúlio Jr., disse que atualmente cerca de 30% da carga para exportação do Vale do Paraíba são desembaraçados no aeroporto de Viracopos, em Campinas. Ele explicou que desde o ano passado o aeroporto passou a trabalhar com tarifas “mais flexíveis” para tentar atrair mais empresas para o aeroporto da cidade. O gerente comercial disse que toda a ajuda no sentido de ampliar as atividades do aeroporto, como a colocada pelo vereador Cyborg, é bem-vinda.

“O papel da Câmara nesse processo é ajudar a abrir as portas da cidade para o transporte de carga, provocando o debate desse assunto. São José exporta e nossa briga é para que o aeroporto de São José possa fazer o desembaraço alfandegário”, comentou Cyborg.


Palavra(s)-chave(s): Sindasp, exportação, Infraero, Viracopos, aeroporto