Câmara tem nova ferramenta de pesquisa de projetos, leis e documentos. Acesse Processo Legislativo.

Notícias

Comissão da Câmara acompanha parceria para viabilizar Hospital da Mulher

O atendimento oncológico realizado no Antoninho da Rocha Marmo irá para o Pio XII


Comissão da Câmara acompanha parceria para viabilizar Hospital da Mulher

O Hospital Antoninho da Rocha Marmo, que concentrará o atendimento à mulher (Foto: Flávio Pereira/CMSJC)

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal vai acompanhar a parceria entre a Prefeitura de São José dos Campos e o Instituto das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada para a implantação do Hospital da Mulher nas dependências do Hospital Materno-Infantil Antoninho da Rocha Marmo.

O anúncio da parceria foi feito nesta quarta-feira (18), no Hospital Antoninho da Rocha Marmo, com a presença do prefeito Felicio Ramuth (PSDB) e dos vereadores Dulce Rita (PSDB), José Dimas (PSDB), Cyborg (PV) e Marcão da Academia (PTB).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o serviço prevê os seguintes atendimentos mensais: 2 mil consultas ginecológicas, 1,2 mil mamografias, 250 partos, 1,5 mil ultrassonografias ginecológicas e 50 cirurgias ginecológicas com internação. A assistência ambulatorial eletiva ocorrerá por agendamento, sendo 60% das vagas para a primeira consulta e 40% reservadas para retornos.

Ainda segundo a secretaria, a assistência em oncologia clínica e cirúrgica de mulheres, que atualmente é feita no Hospital Antoninho, passará a ocorrer no Hospital Pio XII, também pertencente ao Instituto das Pequenas Missionários de Maria Imaculada.

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara, Dr. Elton (PMDB), disse que a parceria é uma ótima notícia para a ampliação do atendimento especializado à mulher, e que irá acompanhar o que está sendo proposto no convênio.  Revisora da Comissão de Saúde, a vereadora Renata Paiva (PSD) comentou que a cidade está com grande demanda de consultas e cirurgias ginecológicas. “Penso que as mulheres precisam desse atendimento, principalmente porque o câncer de mama e o de colo de útero precisam ser detectados no início para que as chances de cura sejam maiores. Cabe a nós fiscalizarmos a aplicação desse contrato”, afirmou.

Para a vereadora Dulce Rita, que é membro da Comissão de Saúde da Câmara, a parceria deve ajudar a “desafogar a rede, que está com demanda reprimida”. Já o vereador José Dimas destacou que o Hospital Antoninho da Rocha Marmo já é uma referência de atendimento à mulher e a expectativa é ampliar o tratamento adequado e humanizado na cidade.

A gerente administrativa do hospital, Juliana Nicole, disse que o Antoninho da Rocha Marmo já realiza atendimento especializado, com atendimento pelo SUS há mais de 20 anos. Ela falou que mesmo com o aporte que a prefeitura fará com a parceria, o hospital continuará atendendo convênio, particular e cirurgias em geral para cobrir todos os seus custos.

O Hospital Materno-Infantil Antoninho da Rocha Marmo foi inaugurado em 1952. É uma entidade filantrópica, que atende em média 4.500 pacientes ao mês. A estrutura física é de 5.700 m², com 380 funcionários, 275 médicos cadastrados e 86 leitos.

 


Galeria de Fotos

Galeria de Fotos Galeria de Fotos Galeria de Fotos Galeria de Fotos Galeria de Fotos Galeria de Fotos