Notícias

Em audiência, população encaminha sugestões ao orçamento do estado

Audiência promovida pela Assembleia Legislativa reúne representantes de diversas cidades do Estado


Em audiência, população encaminha sugestões ao orçamento do estado

Cerca de 120 pessoas participaram da audiência pública do Orçamento Estadual 2018 na Câmara (Foto: Lucas Cabral/CMSJC)

Debater e indicar as prioridades para investimentos do Estado na região do Vale do Paraíba. Este foi o propósito da audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (21), na Câmara Municipal, para discutir a LOA (Lei Orçamentária Anual) 2018 para o Estado.

Participaram cerca de 120 pessoas de diversas cidades do Vale do Paraíba e também do Alto Tietê.

Organizada pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento da Assembleia Legislativa, a audiência contou com a presença de três deputados estaduais – Afonso Lobato (PV), Davi Zaia (PPS) e Ênio Tatto (PT) e de 11 vereadores de São José dos Campos: Amélia Naomi (PT), Cyborg (PV), Dulce Rita (PSDB), José Dimas (PSDB), Lino Bispo (PR), Marcão da Academia (PTB), Professor Calasans Camargo (PRP), Robertinho da Padaria (PPS), Roberto do Eleven (PRB), Sérgio Camargo (PSDB) e Wagner Balieiro (PT).

Durante o evento, o público presente pôde se manifestar de duas formas: respondendo um questionário sobre as prioridades para a região ou falando na tribuna pelo tempo de três minutos. Mais de 20 pessoas se manifestaram no microfone.

Demandas

Os moradores encaminharam pedidos nas áreas de segurança, infraestrutura, saúde, educação e assistência social. 
Representantes da Polícia Militar solicitaram a construção de uma nova sede para o Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) em São José dos Campos, a construção de um batalhão em Jacareí e a digitalização e ampliação da rede de rádio. Ainda na área de segurança, os moradores solicitaram reforço no efetivo, além de melhorias na estrutura do Batalhão de Lorena. Também foi pedida a construção de uma casa abrigo para mulheres vítimas de violência.

Ainda durante a audiência, foi aplicado um questionário ao público presente, em que as principais demandas apontadas foram Educação (28%), saúde (20%) e Segurança (15%).

Na plateia, havia representantes de diversos segmentos, como de professores (com dirigentes sindicais da Apeoesp de várias cidades do Estado), de estudantes e do sindicato dos servidores públicos estaduais.

Emendas

A audiência pública realizada nesta segunda, em São José dos Campos, é a quarta comandada pela Assembleia Legislativa no Estado. As outras foram em Mogi das Cruzes, Jundiaí e Limeira.

Membro da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento, o deputado Davi Zaia explicou que a população tem até o início de outubro para se manifestar no site da Assembleia Legislativa (www.alesp.sp.gov.br) para que os deputados possam incorporar emendas e sugestões à peça orçamentária que será enviada pelo governo estadual. O projeto deve ser votado na Alesp até dezembro.

Previsão

Em julho, em audiência pública realizada na Câmara Municipal, o governo do Estado fez uma previsão orçamentária para 2018 praticamente igual ao orçamento de 2017, que foi de R$ 206 bilhões. Após quatro anos de recessão, o governo estadual prevê um crescimento de 2% na economia nos próximos três anos. O projeto da LOA tem que ser enviado para a Alesp até 30 de setembro.

São Paulo tem o maior orçamento entre todos os estados brasileiros e representa 29% do PIB (Produto Interno Bruto) do país. Com 45 milhões de habitantes, São Paulo é a 20ª economia do mundo.

 

 



Galeria de Fotos

  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
  • Foto: Lucas Cabral/CMSJC
Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC Foto: Lucas Cabral/CMSJC